17 de fevereiro de 2011

Ciúme


O post de hoje fala sobre o CIUME DOENTIO, este é um mal que abrange grande parte dos casais de todo o mundo. Conceito: Ciúme seria um conjunto de emoções desencadeadas por sentimentos de alguma ameaça à estabilidade ou qualidade de um relacionamento íntimo valorizado.O nome científico do ciúme doentio é transtorno de personalidade paranóide, em que a pessoa desconfia de tudo e de todos que se aproxima de quem está ao seu lado, pode ser apenas um amigo, mas para o ciumento é alguém que possa tirar seu amor. As definições de ciúme são muitas, tendo em comum três elementos:
1) ser uma reação frente a uma ameaça percebida;
2) haver um rival real ou imaginário e;
3) a reação visa eliminar os riscos da perda do objeto amado.
Quanto mais exagerado o ciúme, pior fica a relação o que sente menos ciúme ou nem sente fica tão pressionado, que por mais que ame a pessoa, acaba por desistir do amor por não aguentar as maluquices do parceiro. Quando o ciúme não é mais aquela prova de amor, o parceiro tenta controlar o outro, quer saber aonde vai, com quem vai, quer saber o que o outro está pensando, só sente-se bem quando consegue controlar a vida do outro. O ciúme vira uma doença quando você passa a cheirar a roupa do parceiro, olhar o telefone celular para ver quem ligou, verificar as contas de cartão de crédito. Isso torna a sua vida e a do parceiro um inferno, quando chegar a esse ponto está na hora de procurar ajuda médica e de um psicólogo para que possa se tratar. Alguns Sintomas: - Apresenta rigidez e teimosia. - Mostra que possui grande perfeccionismo, o qual interfere com a tarefa concluída, isto é, não se torna possível concluir um projeto por causa de suas própria exigências de regras e normas. - É convencido com seus próprios pensamentos, não aceita a opinião alheia e/ou não acredita nas evidências que a outra pessoa apresenta. Além disso, é inflexível, é escrupuloso quanto a ética, valores e também quanto a moralidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário