1 de dezembro de 2010

Cabeça de Gordo


Hoje minha mãe me chamou e pediu para eu ler um pedacinho de um livro que se chama "Cabeça de Gordo". Eis aqui o pedacinho:


"Os homens precisam ter cuidado. O orgasmo Feminino também pode ser parte de um plano elaborado pelas mulheres. De repente elas podem estar pensando: "Tadinho desse aí. Ele se empenhou tanto , se perfumou, me pegou em casa, me levou ao teatro e depois para jantar. Eu escolhi o prato mais caro e ele pediu um vinho. Fingiu que entendia, cheirou a rolha e tudo. Agora ta aí todo suado, se esforçando.. Deixa ele achar que tá fazendo esse negócio direito, coitado... Eu dou uns gritos, não custa nada."
- Ah!!! Oh!! Ai!!! Vai!!! Vai!!!
E ela volta a pensar: "Olha a carinha do idiota. Ih, ficou todo animadinhoa. Até acelerou, coitado! Vai ter um infarto, esse bobo... Ai, bem que eu podia mandar pintar esse teto. Tá desbotado. E essa parede? Pintava de azul-claro, fazendo um contraste com o armário amarelo... Será que eu alcanço o controle da tevê? Deve estar passando aquele programa das babás que cuidam de crianças endiabradas. Azul e amarelo é péssimo, onde eu tô com a cabeça? Ih, ele tá falando alguma coisa, coitado. Tá pedindo ajuda médica, será? Tá mais empolgado. Ai eu tenho que reagir. Podia falar que ele... Que ele é... Que... Ah, vou mandar só um 'Ah, oh, vai' e tá bom."
- Ah!! Oh!! Vai!!!
E nós homens - seres inferiores que somos diante do outro sexo - não temos sensibilidade e sabedoria suficientes para saber se as mulheres fingiram ou não. Por isso a maioria acaba tendo a seguinte atitude: "Fazer o quê? Já que NUNCA vou aprender a lidar com isso, eu vou lá, faço a minha parte e que se dane!", pensamos.
Talvez até existam homens que tenham feito contato com o orgasmo feminino e depois decifrado alguns de seus mistérios. Mas, infelizmente, eles não estão ao nosso alcance para nos dar dicas sobre o que fazer. Devem estar numa base secreta do FBI estudando o assunto a fundo, escondendo esses segredos preciosos do resto de nós.
Não é à toa que todo homem é fascinado por casais de lésbicas. É o seu lado humilde admirando alguém fazendo o que ele é incapaz, e com um equipamento que ele nunca terá.

O único problema das lésbicas é não ter ninguém no casal pra perceber que discutir a relação é chato"


Eu ri muito com esse trecho, e o pior é saber que na maioria dos casos é bem isso que acontece

Nenhum comentário:

Postar um comentário